A POLÍCIA CIVIL DO RN E AS PERDAS NO QUADRO DE RECURSOS HUMANOS

Posted by casciano in Notas | Tagged , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments

O SINPOL também vê com preocupação a possibilidade de perda de aproximadamente 40% dos agentes de Polícia Civil que trabalham hoje em todo o Estado (são 1.102 ao total), caso a Justiça decida, ao final, pelo afastamento de 88 agentes e escrivães (aprovados em concurso público realizado em 2000) e se concretize ainda a aposentadoria de outros 300, ainda em 2011.

No primeiro caso, estes agentes ainda têm esperança de continuar nos cargos, já que recorreram ao Tribunal de Justiça para tentar reverter a decisão do juiz Airton Pinheiro, da 5ª Vara da Fazenda Pública, que determinou seus afastamentos imediatos, por considerar que foram contratados irregularmente.

A medida foi tomada em primeira instância e agora será levada à segunda, podendo seguir para sessões superiores.

Como com relação à aposentadoria, a situação é quase irreversível, o SINPOL reafirma a necessidade de investimentos por parte do Estado na Polícia Civil, com a convocação dos aprovados no concurso de 2009, e ainda, a realização de um novo concurso público para preenchimento das mais de 3.000 vagas existentes para os cargos de Agentes e Escrivães, como forma de possibilitar à Polícia Civil o exercício pleno de sua atividade investigativa, otimizando a segurança pública devida à sociedade.

Texto: Elaine Vládia.

Compartilhe

2 Responses to A POLÍCIA CIVIL DO RN E AS PERDAS NO QUADRO DE RECURSOS HUMANOS

  1. Jonas Loiola says:

    Tô achando impossível essa governadora nomear os concursados já formados que dira abrir novo concurso. Essa gestão não tem interesse nem um de investir em segurança pública. A NPCRN tá no burraco, é caos total e a governadora tá se lixando.

  2. Hugo says:

    É vergonhosa a situaçao da Segurança pública do RN. Apenas 1200 policiais civis para todo o Estado. Essa governadora deveria ir a Pernambuco ter aulas com o Governador Eduardo Campos para aprender como se governa e como se investe na Policia Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *