A PREVENÇÃO DAS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

O Brasil atingiu a marca de quase meio bilhão de preservativos distribuídos somente no ano passado.

Os números foram divulgados recentemente pelo Ministério da Saúde e fazem parte da estratégia de prevenção contra as doenças sexualmente transmissíveis (DST/Aids e Hepatites Virais).

O governo federal é responsável atualmente por 90% do total de preservativos distribuídos no Brasil, enquanto o Estado garante a contrapartida de 10%.

De acordo com o Programa de DST/Aids e Hepatites Virais da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), o Rio Grande do Norte atingiu a marca de 5.330.882 preservativos masculinos distribuídos em 2011.

De 2007 a 2011 foram distribuídos no Estado 24.160.478 preservativos masculinos, 618.279 unidades de gel lubrificante e, de 2007 a 2010, foram distribuídos 140.526 preservativos femininos.

A população pode retirar o material em postos de saúde, hospitais e Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs), além da distribuição constante em campanhas educativas.

O Brasil é referência mundial no tratamento e atenção a Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. Para reduzir a transmissão do HIV, das DSTs e das hepatites virais, um dos eixos prioritários de trabalho é a prevenção.

Nesse sentido, o Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), Aids e Hepatites Virais, realiza várias ações, como a organização do Congresso Brasileiro de Prevenção das DST/Aids (realizado a cada dois anos), aquisição e distribuição de preservativos masculinos e femininos, campanhas nacionais no Dia Mundial de Luta Contra a Aids e no Carnaval, ações educativas em eventos e datas específicas.

Texto: Kelly Barros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *