ABERTURA DA 34ª REUNIÃO DA ANPED DESTACA JUSTIÇA SOCIAL E A LUTA PELO PNE

Posted by casciano in Educação | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

No último domingo (02), o Centro de Convenções de Natal foi o palco da abertura da 34ª Reunião Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd), que neste ano trabalha o tema “Educação e Justiça social”, nos quatro dias de debates e lançamentos de livros entre professores, pesquisadores e alunos de todo o Brasil.

Na abertura do evento, promovida na noite deste domingo e que contou com a presença de diversas autoridades que trabalham com a educação no País, a presidente da entidade, Dalila Andrade Oliveira, ressaltou a importância de se debater no Brasil uma educação que valorize a pesquisa e que consiga retirar os mais jovens da pobreza e da desesperança.

“O tema Justiça social não foi escolhido por acaso. Nós professores temos a obrigação de trabalharmos e incentivarmos os nossos alunos para um futuro de esperança. Um futuro onde a educação seja aliada dos bons projetos. Independente de raça, credo ou condições financeiras. Espero da educação e de todos os seus aliados uma luta pela igualdade e respeito com os direitos sociais”, lembrou Dalila Oliveira.

A professora Dalila também comentou na abertura da 34ª ANPEd, sobre a aprovação do Plano Nacional de Educação, que encontra-se em tramitação no Congresso Nacional.

“O Plano Nacional de Educação está para ser votado na Câmara dos Deputados. Precisamos aproveitar esses quatro dias em Natal para discutirmos todos os pontos desse projeto. E que aqui possamos elaborar idéias e propostas de emendas para esse texto fundamental. Afinal, ele trata sobre o futuro da educação brasileira”, explicou Oliveira.

Ainda na abertura da 34ª ANPEd, a secretaria de Educação do Rio Grande do Norte, Betânia Ramalho (representando a governadora Rosalba Ciarlini), explicou que sem uma educação pública de qualidade o Brasil não conseguirá atingir os níveis tão sonhados pelos nossos educadores.

“Quero lembrar que se desejamos uma educação que caminhe de mãos dadas com a justiça social, não podemos deixar de olhar para a educação pública. E é esse desafio que pretendemos encampar nos próximos anos”, resumiu Betânia.

O reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Belchior Rocha, lembrou na sua fala durante a abertura da ANPEd que o Brasil caminha a passos largos para se tornar uma potencia econômica, mas que outra deve surgir.

Espero também por outra potencia. Por uma potencia do conhecimento e da educação de qualidade”, pediu o reitor do IFRN.

No encerramento do evento, a professora Dalila Oliveira comentou sobre a programação para o restante da semana.

“Serão quatro dias de muitos debates, lançamentos de livros, ciclo de cinema e a participação de mais de três mil professores, alunos e pesquisadores de todo o mundo. Todos, discutindo sobre como a educação poderá contribuir para um Brasil mais democrático”, finalizou Dalila.

Texto: Leonardo Sodré. Foto: Divulgação.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *