ACIDENTES MATAM 14 E HOSPITALIZAM 320 CRIANÇAS/DIA NO BRASIL

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Preocupados com os dados estatísticos do Ministério da Saúde, que registra que cerca de 5 mil crianças morrem e mais de 119 mil são hospitalizadas anualmente em decorrência de acidentes, agentes públicos de segurança do estado do RN (Bombeiro, Policia Militar e Policia Civil), além de voluntários da Cruz Vermelha e servidores da IFRN, estão se capacitando em ações preventivas que visam diminuir esta triste realidade.

Nesta quinta feira (12), quarenta alunos voltarão a se reunir, das 8 às 17 horas, na Escola Estadual Edgar Barbosa, em Natal, para debaterem as melhores estratégicas de prevenir acidentes com crianças e adolescentes de até 14 anos.

A iniciativa da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), em parceria com a Secretaria de Estado de Administração e dos Recursos Humanos (SEARH), conta com o apoio da ONG Criança Segura, que tem como objetivo sensibilizar e formar profissionais do Rio Grande do Norte para a temática.

Participam do curso representantes de Natal, Parnamirim, Caicó, Pau dos Ferros, Mossoró, Nova Cruz, Assu, Apodi, entre outras cidades.

Os alunos capacitados pela ONG, neste curso, lançarão no mês de junho a “Campanha São João Seguro” focado na prevenção de queimaduras no período junino.

A campanha se dará através de atividades de multiplicação da causa junto às escolas, famílias, comunidades e outros ativistas sociais envolvidos com o tema.

“Entre crianças e adolescentes de um a 14 anos no Brasil, os acidentes de trânsito, afogamentos, sufocações, queimaduras, quedas, intoxicações, acidentes com armas de fogo e outros configuram a principal causa de morte e a terceira de hospitalização”, disse a psicóloga Lia Gonçales (ONG CRIANÇA SEGURA).

Dados mais atuais sobre o tema (2009), afirmam que das 6.577 crianças até 15 anos que morreram por causas externas (acidentes e violência), os acidentes foram responsáveis pela maior parte das mortes: 76%.

No mundo, 830 mil crianças morrem, anualmente, vítimas de acidentes segundo o Relatório Mundial sobre Prevenção de Acidentes com Crianças e Adolescentes, lançado em dezembro de 2008 pela Organização Mundial da Saúde e UNICEF.

Os números de mortes por acidentes de crianças até 14 anos, segundo DATASUS/Ministério da Saúde (2009), apresentaram-se da seguinte forma: acidentes de trânsito (1.937), afogamentos (1.376), sufocações (761), queimaduras (293), quedas (225), intoxicações (86), acidentes com armas de fogo (25) e outros (289).

Foram 4.992 mortes no total.

No caso das hospitalizações por acidentes, também de crianças de 0 a 14 anos, foram 119.297 no total, a maior parte delas por quedas (57.705 hospitalizações), posteriormente queimaduras (19.476), acidentes de trânsito (13.985), intoxicações (4.155), sufocações (634), afogamentos (231), acidentes com arma de fogo (145) e outros (22.966).

Tanto em mortes quanto em hospitalizações, o número de meninos acidentados é cerca de duas vezes maior do que o de meninas.

O trânsito é responsável pela maior parte dos acidentes fatais.

Das 1.937 mortes de crianças até 14 anos vítimas do trânsito, 41% corresponderam aos atropelamentos, 33% aos acidentes com a criança na condição de passageira do veículo, 6% na condição de ciclista e os 20% restantes corresponderam a outros tipos de acidentes de trânsito.

Texto: Tenente Christiano Couceiro. Foto: Divulgação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *