APERFEIÇOAMENTO PARA A GESTÃO DA POLÍTICA DA DST/AIDS

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Acontece durante todo o dia de hoje (29), no auditório do Centro de Formação Pessoal para os Serviços de Saúde – CEFOPE, o Curso de Aperfeiçoamento “Gestão da Política de DST, Aids e Hepatites Virais no SUS”.

O evento é uma promoção do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (Nesc) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), através do Programa Estadual DST/Aids.

A aula inaugural contou com a presença do Secretário de Estado da Saúde Pública, Domício Arruda, do Coordenador do Programa Nacional DST/Aids, Eduardo Barbosa e da Coordenadora do Núcleo de Estudos da Saúde Coletiva, Elizabethe Fagundes.

“Todos nós queremos que o SUS dê certo e esse processo busca o fortalecimento das Redes de atenção a saúde DST/Aids”, falou Elizabethe Fagundes.

O curso tem como objetivo principal apoiar as equipes gestoras das políticas para a DST/Aids e Hepatites Virais no Estado e a implementação de novas iniciativas estruturantes no processo de trabalho desenvolvido.

Serão três unidades de aprendizagem articuladas em módulos, num total de 200 horas entre teoria e prática.

A primeira unidade contempla o tema “O contexto da política para a DST, Aids e Hepatites Virais”.

A segunda unidade de aprendizagem está relacionada às “Redes de Atenção Integral” e a terceira ao “Processo de gestão da Política DST, Aids e Hepatites Virais”.

Para o Secretário de Saúde, Domício Arruda, essas ações contribuem para estreitar a rede do conhecimento com todas as esferas da sociedade.

“É muito salutar acompanharmos a chegada do saber em nossas unidades de saúde, todos ganharemos no processo final”, disse o secretário.

Na política Nacional de DST/Aids e Hepatites Virais, existem dois grandes objetivos: reduzir a transmissão do HIV e das Hepatites Virais e melhorar a qualidade de vida das pessoas com DST, Aids e Hepatites Virais.

Para o Coordenador Nacional, Eduardo Barbosa, as parcerias com o Rio Grande do Norte vem se consolidando em ações, que visam agilidade na gestão, respondendo ao usuário e suas necessidades.

“Esse é um curso piloto que vai servir como base para todo o país”, falou Eduardo Barbosa.

Texto: Kelly Barros.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *