AUTORIDADES SANITÁRIAS PREOCUPADAS EM PREVENIR SURTOS DE SARAMPO E RUBÉOLA

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

II Ursap discute ações para prevenir surtos de sarampo e rubéola

A II Unidade Regional de Saúde Pública (Ursap), sediada em Mossoró, realizará no próximo dia 27, às 9h, no auditório da unidade, uma reunião com os secretários municipais de Saúde e coordenadores do Programa de Imunizações dos municípios jurisdicionados essa Ursap.

Segundo a Coordenadora Regional do Programa de Imunizações da II Ursap, Magnólia Solano, o encontro terá como objetivo principal discutir o Protocolo de Monitoramento Rápido de Cobertura (MRC), assim como verificar se a cobertura vacinal na campanha de seguimento com a vacina tríplice viral atingiu a meta de 95% para a população de 1 a 6 anos de idade.

Para explicar o Protocolo de MRC, estará presente no evento a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Helena Santana.

“A realização MRC pós-campanha de seguimento é fundamental para identificar se realmente as crianças da área investigada estão bem vacinadas, de modo a evitar possíveis suscetíveis, futuros surtos ou mesmo a reintrodução dos vírus do sarampo e da rubéola no país”, disse Magnólia Solano.

O sarampo é uma doença aguda, altamente contagiosa.

Os sintomas mais comuns são febre, tosse seca, exantema (manchas avermelhadas), coriza e conjuntivite.

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar.

O período de transmissão varia de quatro a seis dias antes do aparecimento do exantema até quatro dias após o surgimento das manchas.

A vacina é o meio mais eficaz de prevenção, sendo ofertada na rede pública de acordo com os calendários de vacinação do Programa Nacional de Imunizações.

No ano de 2010, foram registrados no Brasil três surtos de sarampo: Pará (três casos), Rio Grande do Sul (oito casos) e Paraíba (57 casos).

Texto: Kelly Barros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *