BETO MADRUGA DESTACA TRABALHO DA OUVIDORIA DO SUS

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Usuários e funcionários do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) contam agora com uma Ouvidoria.

O serviço funciona em uma sala localizada na recepção do Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, para onde qualquer cidadão, seja paciente, acompanhante ou funcionário pode se dirigir e registrar uma reclamação, sugestão, denúncia ou elogio.

A Ouvidoria do SUS no Rio Grande do Norte foi implantada na Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) em 2011, e o Hospital Walfredo Gurgel conta com o serviço desde o último dia 24 de maio.

O contato pode ser feito pessoalmente (de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h), por telefone, e-mail ou ainda por correspondência.

O atendimento é feito por profissionais habilitados e comprometidos com a ética profissional.

Alice Alcântara é fisioterapeuta e conhece bem o dia-a-dia do maior hospital público de urgência do Estado.

“Sempre trabalhei na assistência ao paciente e achei interessante o trabalho da Ouvidoria por poder conhecer de perto as necessidades dos usuários”.

Todas as demandas são registradas, enviadas à Sesap e respondidas dentro de um prazo estabelecido pelo Sistema Único de Saúde, de acordo com a classificação do assunto.

Beto Madruga, Ouvidor Geral do SUS no RN, reforça que a Ouvidoria é uma ferramenta de controle social e de gestão.

“Os relatórios gerenciais são importantes para se trabalhar a solução dos problemas”.

Ele explica que a demanda na Ouvidoria da Sesap vem crescendo e se expandindo para outros hospitais de Natal e também em Mossoró.

“A Ouvidoria veio para ficar, crescer e se consolidar no SUS do RN”.

Na Sesap são recebidas cerca de 100 demandas a cada mês.

Com Kelly Barros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *