CACHAÇARIA EXTREMA, DE ANSERSON FAHEINA, LEVA 2 TROFÉUS DO PRÊMIO MPE BRASIL

Posted by casciano in Economia | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Além do Destaque Responsabilidade Social, a Agroindustrial Extrema também faturou prêmio na categoria Agronegócio.

Outras seis empresas também subiram ao pódio e conquistaram títulos de campeãs em várias categorias.

O Sebrae no Rio Grande do Norte revelou, em uma solenidade festiva, as empresas vencedoras da etapa estadual do Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas – MPE Brasil 2011.

Das premiadas, apenas uma faturou dois troféus.

A produção anual de 200 mil litros de cachaça artesanal de alambique, associada às boas práticas de gestão, fez a Agroindustrial Extrema ser a vencedora na categoria Agronegócio e ainda conquistou o troféu Destaque Responsabilidade Social pelo trabalho desenvolvido pelo Engenho Extrema, no município de Pureza.

O empreendimento dividiu o pódio com outras seis empresas.

A solenidade de entrega do prêmio no Rio Grande do Norte foi realizada na noite da última quarta-feira (7), no Olimpo Recepções.

“Ficamos muitos gratificados com o esse reconhecimento, que vem coroar o modelo de gestão que adotamos. Nossa proposta é fazer sempre uma gestão sistêmica do negócio, que não visa apenas o financeiro, mas também o social e o ambiental. Entendemos que não basta preservar o meio ambiente, é preciso melhorá-lo”, explica o diretor da Extrema, Anderson Faheina.

Além de um trabalho ambiental, a empresa promove melhorias na comunidade, como o saneamento das ruas no entorno do engenho.

Parte da produção de cachaças finas, que chegam ao mercado a valores próximos ao de uísque, é voltada para o exterior (10%), mas a prioridade é o mercado interno brasileiro.

Os planos da empresa é, a partir de 2012, entrar no segmento vinícola, tornando-se o primeiro produtor de vinho do Rio Grande do Norte.

A Cia do Boné, da cidade de São José do Seridó, levou o prêmio na categoria Indústria.

Já a Focar Gestão da Qualidade e Treinamento, de Mossoró, conquistou o troféu na categoria Serviços e a Pharman Farmácia de Manipulação, de Assú, venceu na categoria Comércio.

As empresas campeãs das categorias Serviços de Tecnologia da Informação e Serviços de Educação foram Cortez On Line Provedor de Internet (São José de Mipibu) e o Colégio Fênix (Parnamirim).

A Econat Sociedade Simples recebeu o troféu Destaque Inovação.

Esses premiados passam a ser reconhecidos como exemplos de gestão alinhados aos princípios da excelência mundial.

Nesta edição, o MPE Brasil teve 1.246 inscritos no Rio Grande do Norte.

“Ao promover essa premiação, o Sebrae espera reconhecer os esforços dos empreendedores potiguares que investiram em tecnologia para o aprimoramento da gestão do seu negócio e, ao mesmo tempo, estimular os setores produtivos a permanecerem competitivos no mercado”, declarou o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira de Melo Neto, sobre a importância do prêmio.

A coordenadora de projetos do Movimento Brasil Competitivo, Nikelma Moura, também prestigiou a solenidade.

Os empreendimentos vencedores foram avaliados de acordo com os oito critérios de excelência em gestão da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ): Liderança, Estratégias e Planos, Clientes, Sociedade, Informações e Conhecimento, Pessoas; Processos e Resultados.

Mais 1.230 empresas foram analisadas segundo esses parâmetros e 13 delas receberam visitas técnicas.

Dessas empresas classificadas, nove foram finalistas.

As sete campeãs da etapa estadual vão disputar com os vencedores dos demais estados e do Distrito Federal à etapa nacional do MPE Brasil, prevista para ser realizada no primeiro trimestre de 2012, em Brasília (DF).

Participaram do MPE Brasil micro e pequenas empresas com receita bruta anual de até R$ 2,4 milhões e com pelo menos um ano fiscal.

A proposta é reconhecer as experiências que promovem aumento da produtividade nos negócios por meio da disseminação de conceitos e técnicas de gestão.

O Prêmio MPE Brasil é promovido pelo Sebrae, Rede de Cooperação Brasil + e Movimento Brasil Competitivo (MBC), em parceria com a Gerdau e Petrobras e apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

Prestes a completar nove anos de atuação no segmento de manipulação, a empresa assuense Pharman, vencedora na categoria Comércio, apostou no planejamento estratégico para alcançar resultados positivos para o negócio com base nas melhorias no processo de gestão.

A conquista do prêmio dará respaldo para o novo projeto da empresa: o ingresso no segmento de cosméticos.

De acordo com o empresário Frederico Augusto, a ideia é que, até o final deste ano, ocorra o lançamento da linha de cosméticos próprios – Delicata Brasilis, destinada, principalmente, aos cuidados com a pele, e à beleza.

Farão parte da lista de produtos diversos produtos de maquiagem, como sombras, blushs, além de protetor solar, loção tônica e sabonete líquido.

“Estou muito feliz com o resultado da premiação. O Sebrae, com isso, conseguiu promover uma grande mudança no meu negócio, pois tive que me preparar muito, e mudei muitas coisas na empresa, principalmente no planejamento estratégico. Estou muito orgulhoso, e esse resultado, com certeza, vai servir de referência para lançarmos a nossa linha de cosméticos”, garante.

Ainda de acordo com o empresário, a participação no Programa Sebrae Mais para Empresas Avançadas, abriu os horizontes para a promoção de melhorias na empresa.

A ferramenta do módulo Planejamento estratégico, segundo ele, contribuiu de maneira efetiva para um novo direcionamento no mercado.

“Antes de participar do Programa meu foco era apenas com a qualidade da gestão, não me voltava para o mercado. Depois disso percebi o quanto era importante o planejamento, e hoje colho os primeiros de muitos resultados. Tenho a certeza que estamos no caminho certo”, conclui.

Responsável pela prestação de serviço na área de consultoria e treinamentos em sistemas de gestão empresarial, qualidade, segurança e meio ambiente, a mossoroense FOCAR – Gestão de Qualidade & Treinamento é a grande vencedora na categoria serviço.

De acordo com o empresário Raimundo Fernandes, a premiação é um divisor de águas para a empresa, que abrirá filial em Natal, ainda no mês de janeiro próximo.

“Estávamos nos preparando desde maio para o prêmio, nos adequando, e estamos muito felizes com o resultado, que será um divisor de águas para a empresa. Tivemos que investir e melhorar nossos processos, e isso nos trouxe ótimos resultados internos e com nossos clientes”, frisa.

Entre os principais investimentos em qualificação dos processos de gestão, o empresário destaca a aquisição de software para monitoramento e os indicadores para mensurar o desempenho em todas as áreas da empresa.

Estes foram dois dos pontos principais na conquista do Prêmio MPE Brasil, segundo Fernandes.

Texto: Sandra Monteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *