CIRURGIAS REPARADORAS PARA VÍTIMAS DE ACIDENTES

Posted by casciano in Comportamento, Política | Tagged , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Vítimas podem ter cirurgias reparadoras.

Projeto de Lei de autoria da deputada estadual Larissa Rosado (PSB) garante cirurgia plástica reparadora na rede pública e conveniada do Estado, determinando atendimento especial a pacientes vítimas de acidentes ou violência doméstica e familiar.

A iniciativa visa a reparar, de forma gratuita, dano físico e estético nas vítimas, priorizando esses pacientes na rede de saúde para evitar sequelas e incapacidades futuras.

Objetivo é beneficiar pessoas de baixa renda e mantê-los economicamente ativos.

Outro projeto de Larissa na Assembleia Legislativa institui a Semana Estadual para Conscientização e Prevenção ao HPV, vírus que atinge normalmente mulheres entre 15 e 25 anos e que é responsável por 90% dos casos de câncer do colo do útero.

“O Brasil é um dos líderes mundiais em incidência de HPV e, a cada ano, segundo o Ministério da Saúde, 137 mil casos novos de HPV são registrados no País. Precisamos orientar a população a procurar as unidades de saúde e se prevenir”, justifica.

A parlamentar também defende campanhas nas escolas para orientar alunos sobre a importância da doação de medula óssea, sangue, órgãos e tecidos para transplantes.

O objetivo é conscientizar que doação salva vidas e construir consciência solidária.

“Nosso projeto é que sejam incluídos conteúdos na grade curricular das escolas estaduais, voltados para a doação, mostrando a necessidade dos transplantes, já que boa parte ainda não tem em mente a importância de se tornar um possível doador”, explica.

Larissa acrescenta que milhares de pessoas morrem por ano, ou vivem mal, por falta de doadores e ausência de cultura de doação.

“Daí, a necessidade desse trabalho nas escolas, para formar novos doadores e permitir que mais vidas sejam salvas”, frisa.

Texto: Regy Carte e Joyce Moura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *