COMEÇA A VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA CANINA E FELINA

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Sesap inicia Campanha de Vacinação Antirrábica Canina e Felina nesta quinta-feira.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (SUVAM), realizará a Campanha de Vacinação Antirrábica Canina e Felina a partir desta quinta-feira (10) até 10 de dezembro, sendo o dia “D” 26 de novembro.

A população a ser vacinada é de 681.290 animais, sendo 471.933 cães e 209.357 gatos.

A meta do RN e seus 167 municípios é vacinar a cada campanha, que ocorre anualmente, no mínimo 80% dos cães estimados.

Para alcançar esse percentual, deverão ser vacinados 377.546 cães.

Natal abriga 17,7% de todos os animais estimados do Estado, ou seja, 120.418 animais, sendo 85.673 cães e 34.745 gatos.

A II Unidade Regional de Saúde Pública – com sede em Mossoró, compreendendo 26 municípios – é a região com o maior número de cães a vacinar e um total de 132.041 animais (91.119 cães e 40.922 gatos).

Para informar e incentivar a população sobre a vacinação, a partir do próximo dia 10, serão veiculadas propagandas em ônibus da Grande Natal e informes em rádio por todo o Estado.

A vacinação antirrábica animal é o ponto chave para a prevenção da raiva, doença grave e letal em quase 100% dos casos, constituindo um agravo de grande importância na Saúde Pública, ainda presente no RN.

Desde o ano de 1975, o Estado, em parceria com os municípios, vem desenvolvendo ações preventivas contra a doença, com destaque para as campanhas de vacinação.

A recomendação da SUVAM é começar as ações na área rural, vacinando os animais casa a casa, e, na área urbana dos maiores municípios, a orientação é de que a imunização seja concentrada em um único dia, o dia “D”, geralmente um sábado.

No entanto, cada município é independente para adotar outras estratégias, de acordo com a sua realidade.

A SUVAM alerta para a importância da vacinação para a proteção da saúde animal e, sobretudo, humana.

Com o advento das campanhas em massa direcionadas a cães, no Brasil, o índice de mortalidade humana vem diminuindo.

No ano de 1990, 50 pessoas foram a óbito, no país, em decorrência da raiva transmitida por cão.

Já em 2010, esse número foi reduzido para um.

Ainda hoje, em todo o mundo, especialmente na Ásia e África, a raiva humana mata em torno de 55.000 pessoas, anualmente.

Até 2012, o Ministério da Saúde planeja eliminar a raiva humana transmitida por cão no meio urbano, compromisso que faz parte de sua Agenda Estratégica, conforme acordo com outros países da América Latina, durante a 15ª Reunião Interministerial de Saúde e Agricultura e a 12ª Reunião dos Diretores da Raiva nas Américas 2008.

Texto: Kelly Barros.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *