CONHEÇA MAIS SOBRE CÂNCER DE LARINGE

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Desde a semana passada, com a divulgação do diagnóstico de câncer de laringe do ex-presidente Lula, o assunto tomou conta dos jornais no Brasil e no mundo.

Dos diversos tipos de câncer de cabeça e pescoço, o câncer da laringe é o mais freqüente, sendo responsável por 25% dos tumores malignos de cabeça e pescoço e 2% do total das neoplasias malignas.

No Brasil, os maiores valores das taxas médias de incidência anuais, ajustadas por idade por 100 mil homens, foram encontrados em Porto Alegre (11,7), São Paulo (11,3) e Aracaju (10,7).

Com relação às mulheres, as taxas médias de incidência anuais mais elevadas, ajustadas por idade por 100 mil mulheres, foram observadas em São Paulo, Cuiabá e Goiânia (1,6).

O Núcleo de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis (DANT), da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), já contabilizou no Rio Grande do Norte, somente no ano de 2010, 46 óbitos causados pelo câncer da laringe.

Em 2011, até o mês de setembro, já foram registradas 139 internações por câncer da laringe.

Dos fatores de risco para o câncer da laringe, os mais observados são o abuso de cigarros e álcool.

Outros fatores de risco como dieta pobre em nutrientes, situação socioeconômica desfavorável, inflamação crônica da laringe causada pelo refluxo gastroesofágico e participação do vírus HPV como agente etiológico foram identificados como fatores que contribuem para o desenvolvimento do câncer da laringe.

Dados da Pesquisa VIGITEL/MS referem que vem ocorrendo uma redução no percentual de fumantes no Estado do RN.

A avaliação por sexo demonstra um aumento na prevalência no hábito de fumar tanto no homem quanto na mulher.

Quanto ao consumo abusivo de bebidas alcoólicas aumentou consideravelmente no sexo feminino.

Texto: Kelly Barros.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *