COSERN INVESTIRÁ R$ 174 MILHÕES NA MANUTENÇÃO, EXPANSÃO E MELHORIA DO SISTEMA ELÉTRICO POTIGUAR EM 2012

Posted by casciano in Economia | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (COSERN) investirá em 2012, R$ 174 milhões no reforço, melhoria, modernização e expansão do sistema elétrico, além de Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P & D) e inovações tecnológicas.

O volume de recursos representará o maior investimento anual já realizado pela concessionária potiguar, superando os R$ 151 milhões de 2011.

A aplicação dos recursos previstos para o próximo ano será dividida em quatro grandes blocos. Aproximadamente R$ 98 milhões serão destinados a expansão e renovação da rede de distribuição e novas ligações; mais de R$ 43 milhões serão direcionados a expansão e melhorias da transmissão; cerca de R$ 31 milhões serão investidos em instalações gerais, destacando-se a renovação da frota de veículos e a modernização do sistema de automação/telecomunicações e R$ 2 milhões serão destinados para projetos especiais.

Desta forma, cerca de 86% do valor global, ou seja, R$ 150 milhões, será investido nas redes e subestações da COSERN, o que vai proporcionar significativa melhoria na qualidade dos serviços oferecidos pela concessionária em todo o Estado.

Além dos investimentos na melhoria do sistema elétrico do Estado, a COSERN também direciona recursos para patrocínios nas áreas de cultura, educação e meio ambiente através do Programa Energia para Crescer, responsável pelas ações de responsabilidade socioambiental e sustentabilidade do grupo Neoenergia. Desde 1997, ano em que a COSERN foi privatizada, até 2011 foram aplicados mais de R$ 17 milhões em projetos culturais por meio da lei Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura do Estado do Rio Grande do Norte, além de mais de R$ 1 milhão através da Lei Federal de Audiovisual e R$ 3 milhões por meio da Lei Federal Rouanet.

Na área socioambiental, destacam-se os projetos inovadores realizados no Estado por meio do Programa de Eficiência Energética da COSERN.

Desde a implantação, em 1999, até 2011, foram investidos no Rio Grande do Norte aproximadamente R$ 27,2 milhões no Programa, em projetos de eficientização de iluminação pública, instalações elétricas em prédios públicos (hospitais e universidades), indústrias, comércio, irrigação e serviços de abastecimento de água, projetos sociais em comunidades de baixo poder aquisitivo e escolas públicas, gestão energética de municípios, entre outros.

Somente nos projetos Nova Geladeira e Energia Verde, foram doados ou subsidiados quase 19 mil eletrodomésticos eficientes em substituição a equipamentos antigos, garantindo o uso de energia elétrica de forma racional por parte dos consumidores potiguares, além da doação de 112 mil lâmpadas eficientes.

A COSERN está presente em todos os 167 municípios do Rio Grande do Norte, atendendo a 1,161 milhões de clientes. Até o fim deste ano, a empresa deverá distribuir 4.582.433 GWh em todo o Estado e a previsão de crescimento de mercado para o ano que vem é 6,45% e de clientes de 3,88%.

O Grupo Neoenergia, um dos maiores investidores do setor elétrico brasileiro, que controla as distribuidoras COSERN (RN), Coelba (BA) e Celpe (PE), geradoras hidroelétricas, térmicas e eólicas, transmissoras e a comercializadora NC Energia, irá aportar R$ 3,8 bilhões em 2012, na ampliação e melhoria da qualidade da rede de distribuição na região onde detém concessões e na diversificação de fontes de energia limpas, como a geração hidráulica e eólica.

No Rio Grande do Norte, além dos investimentos na rede de distribuição da concessionária potiguar, a Neoenergia investirá ainda R$ 22 milhões na instalação da subestação de 230/69 kV Extremoz, cuja concessão foi arrematada em leilão de transmissão que proporcionará maior confiabilidade ao sistema de distribuição da COSERN, trazendo como benefícios mais qualidade e redução das perdas técnicas.

A Neoenergia também está investindo na construção de dez parques eólicos no Rio Grande do Norte e na Bahia, em sociedade com a Iberdrola, que somam 288 MW.

O Grupo estuda sua participação em novos projetos a serem licitados nos próximos leilões.

Texto: Karine Severo Teixeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *