DEFESA CIVIL PARA DEFENDER O CIDADÃO DO INTEMPERISMO

Posted by casciano in Comportamento, Política | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Deputado Jácome alerta os prefeitos sobre a importância da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil.

Em sessão plenária na Assembléia Legislativa, o deputado Antônio Jácome alertou aos gestores municipais sobre da necessidade e extrema importância de os Municípios criarem suas respectivas Coordenadorias Municipais de Defesa Civil.

As chuvas que têm caído tanto na capital, quanto em outras regiões do nosso Estado, de acordo com os órgãos oficiais, demonstram que estamos entrando no período chuvoso.

Até agora, os registros da Emparn dão conta de que já choveu mais de 100 milímetros em diversos municípios, especialmente na região Oeste.

Só no início desse ano, no município de Viçosa, as chuvas acumularam 264,3 milímetros; em Martins, no mesmo período, foram 232 mm e, em Venha Ver, 189; seguida de Rafael Fernandes, com 184 e Tenente Ananias, com 177 mm.

A expectativa dos meteorologistas para 2012 – a partir de uma reunião ocorrida em meados de fevereiro desse ano, promovida pela Emparn – é que tenhamos chuvas dentro da normalidade.

Ou, em outras palavras, com a estimativa de uma distribuição regular e com um acumulado que vai variar entre 600 a 650 milímetros de chuva.

Mas, não é porque os especialistas nos apontam chuvas regulares que população e as autoridades não devem ficar atentas às intempéries e até mesmo à possibilidade de catástrofes.

Jácome atentou que, dos 167 municípios potiguares, apenas 37 possuem Coordenadorias cadastradas na Defesa Civil do Estado.

Em números percentuais, significa que apenas pouco mais de 22% dos municípios do Rio Grande do Norte têm Coordenadorias prontas para prevenir e combater desastres.

De acordo com o coordenador Estadual da Defesa Civil, o tenente coronel Acioli, e a Defesa Civil do Estado tem dado ênfase na orientação aos municípios para que criem suas Coordenadorias e, dessa forma, possam fazer parte do Sistema Nacional de Defesa Civil do Governo Federal.

Só assim, com essa segurança jurídica é que os municípios podem pleitear ajuda e recursos, em caso de desastres e situações emergenciais.

As Coordenadorias Municipais precisam ser criadas por Lei, depois regulamentadas e seus membros devem ser nomeados, pelo chefe do executivo municipal, através de portarias.

E é meta da Defesa Civil do Estado incentivar essa ação em cada município que carece desse órgão, que é extremamente importante para a articulação das ações tanto na prevenção quanto na preparação para a defesa em caso de desastres.

Jácome orienta que os prefeitos interessados entrem em contato com a Defesa Civil do Estado através do número: 3232 1769 ou pelos e-mails:DEFESACIVIL@RN.GOV.BR ou CEDEC.RN@GMAIL.COM.

Texto: Suzy Noronha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *