EM NATAL, NA FENACAM, CONHEÇA O POTENCIAL DA CARCINICULTURA POTIGUAR

Posted by casciano in Economia, Política | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Aproximadamente 120 empresas de várias partes do Brasil e dezenas originárias de outros países, expõem produtos e serviços.

A 8ª edição da Feira Nacional do Camarão (Fenacam 2011) foi aberta na noite desta (06), no Centro de Convenções de Natal pelo presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC), Itamar Rocha e contou com a presença da governadora Rosalba Ciarlini, ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho e a ministra da Pesca, Ideli Salvatti.

A feira funcionará até o dia 10 de junho.

No encontro entre políticos, autoridades ligadas a setores produtivos e participantes da feira, a concepção geral era que a Fenacam é um marco para a economia do Rio Grande do Norte considerando que o setor vem transformando realidades e desenvolvendo a atividade da carcinicultura no solo potiguar.

De acordo com Itamar Rocha, um dos idealizadores da feira, a edição 2011 é especial em vários sentidos:

“Será a oportunidade para todos os participantes entrarem em contato com as mais recentes pesquisas mundiais sobre o tema e descobrirem a melhor forma para trabalhar em suas propriedades. Para vocês terem uma idéia, teremos 23 palestras. Dessas, 17 são com palestrantes internacionais”, enfatizou Rocha.

Expectativas

Com o tema “Aquicultura para um mundo em transformação”, a expectativa dos organizadores é reunir cerca de quatro mil estudiosos de todo o mundo no congresso e nos “workshops”.

Durante o evento, aproximadamente 120 empresas de várias partes do Brasil e dezenas originárias de outros países, expõem produtos e serviços voltados para o mercado da aquicultura, como rações, aeradores, moto-bomba, equipamentos de monitoramento da água e embalagens.

De acordo com a governadora Rosalba Ciarlini, esses serviços e troca de informações serão fundamentais para consolidar mais ainda a feira:

“Esse mix de serviços, com empresas de vários países, aliado as pesquisas que serão elaboradas aqui, é a junção perfeita da Fenacam 2011, que alia os bons negócios e a pesquisa com responsabilidade. A carcinicultura somente ganha com essa feira”, disse Rosalba.

A ministra da Pesca, Ideli Salvatti, lembrou toda a trajetória do camarão no Brasil e pediu o empenho do empresariado nesse setor:

“A produção de camarão vai aumentar e acredito que um dos estados onde ela terá maior força será aqui no Rio Grande do Norte. Peço a colaboração dos empresários potiguares para atingirmos essa meta em 2011”, ressaltou a ministra.

Infraestrutura

De acordo com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Álvares Vieira, que também esteve presente na abertura da Fenacam 2011, esse pedido poderá ser cumprido, desde que os governantes também façam a sua parte:

“Acredito nos produtores de camarão. Tenho consciência de sua luta diária para atingir os bons números de nossas exportações, e também gostaria de ver as marcas atingidas em 2011. Mas peço aos governantes que observem melhor a infraestrutura de nossos portos e estradas. Sem essas sonhadas reformas, será pedir demais aos produtores e empresários da carcinicultura”, cobrou Vieira.

Sobre a Fenacam, o presidente da Faern foi enfático: “A organização da feira, sua história ao longo dos anos e principalmente o empenho da ABCC é que fazem a verdadeira marca do projeto”, finalizou Vieira.

Com Leonardo Sodré e reportagem de Paulo Correia.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *