FÉRIAS ESCOLARES E OS PAIS DEVEM FICAR ATENTOS PARA EVITAR ACIDENTES DOMÉSTICOS

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , | Leave a comment

Com a chegada do mês de dezembro tem início também o período de férias da criançada.

Mas, a permanência dos pequenos em casa nem sempre se traduz em tranqüilidade para os pais.

Os conhecidos acidentes domésticos ocorrem ao menor sinal de distração e, quase sempre, deixando seqüelas graves.

Até novembro deste ano, 80% de todas as ocorrências registradas pelo Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) envolvem crianças na faixa etária dos cinco meses aos 12 anos.

Todos em decorrência de acidentes domésticos.

Segundo a enfermeira do CTQ, Paula Delne Leão de Lima, “estes acidentes geralmente envolvem líquidos aquecidos como água, café, leite e, muitas vezes, até álcool, que geram queimaduras de segundo ou terceiro grau”.

Pela natureza da agressão a queimadura é o ferimento que mais tempo leva até sua total cicatrização.

“O tempo de internação é maior, não raramente a criança pode desenvolver seqüelas no movimento, além das cicatrizes que ficarão para sempre”, alerta a enfermeira.

Itaciara Sialine da Costa é a mãe do pequeno Felipe de um ano e cinco meses e que está internado na pediatria do Centro desde a última terça-feira (6).

O acidente envolvendo seu filho exemplifica bem a que tipo de perigo as crianças estão expostas, mesmo estando dentro de casa.

Itaciara conta que “ele puxou a panela com óleo quente que estava em cima do fogão”.

Queimado na cabeça, no pé direito e nos braços ele se recupera bem e deve sair de alta nesta sexta-feira (16).

Apesar de a maior incidência ser no período longe da escola, os acidentes domésticos rondaram a enfermaria pediátrica do CTQ durante todo o ano.

Prova disso foi a taxa de ocupação do setor que girou em torno de quatro a cinco crianças semanalmente internadas.

Para Paula, a adoção de medidas simples podem fazer a diferença na segurança da criança em casa.

“Os acidentes domésticos podem ser evitados”, afirma a enfermeira.

Ela dá dicas de como prevenir estes casos:

– Não deixar a criança circular na cozinha;

– Deixar objetos perfuro-cortantes (facas, garfos…) e produtos químicos em locais altos e de difícil acesso;

– No fogão, sempre deixar as panelas com o cabo voltadas para o centro;

– Toalhas de mesa, sempre presas ao móvel e com bordas curtas;

– Nunca deixar uma criança só. Sempre deve haver um adulto no mesmo ambiente.

Texto: Kelly Barros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *