FESTA PELOS 49 ANOS DE EXTREMOZ

Posted by casciano in Cidades | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Extremoz festeja 49 anos de emancipação política.

O município de Extremoz comemora neste dia 04 de abril, 49 anos de emancipação política.

A prefeitura, por meio da Fundação de Cultura Aldeia de Guajirú, comemorará a data com um espetáculo teatral da Paixão de Cristo nas ruínas da antiga igreja católica, ao lado da Fundação de Cultura, centro da cidade, a partir das 19h.

De acordo com o prefeito Klauss Rêgo, a data lembra aos munícipes a História da cidade e suas conquistas. “Este é mais uma ano que festejamos com orgulho a emancipação política do nosso município”, disse o prefeito.

Em 04 de abril de 1963, pela Lei número 2.876/1963, a Vila de Ceará – Mirim, assim como era denominado o Povoado de Extremoz, desmembrou-se do município homônimo e conquistou a emancipação política, após 211 anos de fundação.

De acordo com dados históricos do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), Extremoz viveu por 105 anos na condição de povoado. Limita-se com os municípios de São Gonçalo do Amarante, Ceará Mirim e Natal.

Extremoz, que faz parte da Região Metropolitana de Natal, foi a primeira Vila da Capitania do Rio Grande do Norte, a partir de 1758.

Em agosto de 1885, por causa de uma Lei Provincial, passou a fazer parte do município de Ceará – Mirim, retomando sua emancipação em 04 de abril de 1963, tornando-se município do Rio Grande do Norte.

De acordo com o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município tem uma população de 24 mil e 953 habitantes, sendo considerado um gerador de turismo, principalmente por causa da praia de Jenipabu, conhecida mundialmente por causa de sua beleza, dunas e equipamentos turísticos.

O município também vive da agricultura, devido sua grande extensão territorial de Zona Rural. Atualmente dispõe de trinta e três distritos e treze bairros.

1.      254 anos de fundação: Fundada em 1758 pelo desembargador Bernardo Coelho Gama Casco, com o nome de Vila Nova.

2.      Durante 105 anos viveu na condição de povoado (povoação de Boca da Mata – 1855 e Vila de Ceará – Mirim – 1858).

3.      Há 49 anos na condição de município (emancipação política em 1963 tendo como primeiro prefeito Daniel Pinheiro).

Texto: Gilmara Costa. Fotos: Canindé Soares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *