FOTOGRAFIA E ARTE RUPESTRE NO PLANALTO DA BORBOREMA

Posted by casciano in Comportamento, Cultura, Turismo | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

No estilo bate e volta, fotógrafos potiguares visitaram a Pedra do Ingá, no Agreste paraibano.

Na manhã de domingo, a nave aphotista rasgou a BR 101 por volta das seis da manhã com sua tripulação de fotógrafos.

O tempo nublado acompanhou a confortável viagem, que foi regada a boa conversa e muita expectativa do que aconteceria naquele dia em terras paraibanas.

Como num passe de mágica as três horas de viagem até a cidade de Ingá, na Região Agreste da Paraíba, passou como num minuto.

A nave foi direto para a Fazenda Pedra Lavrada, onde está localizado o sítio arqueológico da Pedra do Ingá com inscrições em baixo relevo do tipo Itacoatiara, um dos sítios rupestres mais conhecidos no mundo.

De acordo com o guia local Denis Mota, as inscrições ocupam 15 metros de extensão por 2,3 m de altura no paredão, com vários signos rasgados na pedra que traduzem fases do sol, da lua, medição do tempo entre outros sinais ambíguos.

Os aphotistas ávidos por fotografias continuaram seus cliques na loja de artesanato, onde lembranças da Pedra do Ingá são ofertadas.

Após o almoço, o grupo subiu a serra para a comunidade de Pontina, distante 15 km do Ingá, conhecer a pequena lagoa pleistocênica, formada entre as rochas, onde os animais da mega-fauna procuravam para beber água.

Até hoje, a família do pequeno Zico mata a sede com a água do lago pré-histórico.

Do algo do cruzeiro, o planalto da Borborema se descortina no horizonte entre serras e pequenas vilas.

Destaque para a solidariedade da família Aphoto, sempre com a mão amiga estendida para ajudar uns aos outros durante a subida e descida do Cruzeiro de Pontina.

A dificuldade da aventura fotográfica na escalada, fez com que o pôr-do-sol fosse capturado na estrada em direção à casa potiguar.

Texto e fotos: Alex Gurgel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *