HOMEM SE FINGE DE COMPRADOR E ROUBA CARROS EM NATAL, ENGANANDO A BOA FÉ DE VENDEDORES

Posted by casciano in Notas | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Uma nova modalidade de assaltos vem se tornando uma constante em Natal, no Rio Grande do Norte. Um homem bem vestido, moreno, de aproximadamente 1,75 de altura, aparentando ter entre 35 e 40 anos de idade, comunicativo aborda proprietários de veículos à venda e leva o carro para uma suposta revisão mecânica e não volta.

Segundo o Delegado Fabiano, da Polícia Civil, responsável pela delegacia do bairro de Lagoa Nova, esta ação vem se tornando uma constante na capital potiguar. De acordo com ele, foram registrados dez casos semelhantes recentemente.

O caso mais atual, ocorreu nesta quarta feira, às 9 horas, em frente a empresa Toyota, em Candelária, um homem entrou em contato com a proprietária de um veículo do tipo Prisma, de cor preta, de placa MYY 6206, que estava à venda e pediu um encontro para ver o carro. No dia marcado, ele chegou em um Gol, de cor preta, de placa ainda não identificada, para realizar a transação.

O suposto comprador diz que desconhecia de mecânica e precisava levar o carro para à sua oficina de confiança. Foi só o cliente se distrair e o carro foi levado.

“É impressionante a ação deles. Demonstram interesse na compra do carro, fazem perguntas sobre as condições do veículo e conquistam a confiança do proprietário. Em uma rápida distração desaparecem com o carro”, disse o senhor D. A. (iniciais da vítima que prefere não se identificar).

Furto

Este tipo de crime tem uma característica muito peculiar: abusar da boa fé das pessoas.
– A pessoa demora a prestar queixa, o que dá tempo de sobra para o suspeito fugir com o veículo e passar por eventuais barreiras, pois ainda não há prontidão para abordagens – revela. Embora o crime tenha características de estelionato, é classificado como furto qualificado, mediante fraude e com concurso de pessoas. Caso os suspeitos sejam presos, podem ser penalizados com dois a oito anos de prisão.

Alerta

A população deve ficar atenta para os crimes não se repetirem. Uma das vítimas do suposto, que não quer se identificar com medo, diz que não se deve confiar em boa aparência e conversas. “Sempre que o comprador quiser levar o veículo, o vendedor deve realizar a transação em ambientes movimentados e seguros. Não se deve confiar em pessoas desconhecidas, nem mesmo em um número de celular, por exemplo” – alerta. Ainda não há paradeiro do veículo furtado.

Texto: Tenente Christiano Couceiro, do Corpo de Bombeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *