LABORATÓRIO CENTRAL É REFERÊNCIA NO DIAGNÓSTICO DA DENGUE

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

O Laboratório Central Dr. Almino Fernandes (Lacen) passa a realizar, até o final deste mês de março, os exames de isolamento viral para diagnóstico da dengue para os estados da Paraíba e Sergipe.

O Lacen agora é referência para todo o Nordeste, tanto por sua capacidade técnica quanto pelos serviços de excelência.

De acordo com Ralfo Cavalcanti de Medeiros, diretor geral do Lacen, o laboratório está organizando toda a logística para dar início à realização dos exames. “Foi o próprio Ministério da Saúde que nos referenciou para estes estados, o que demonstra nossa qualidade. Estamos preparando as orientações técnicas e, até o final deste mês, iremos começar a realizar os exames”, disse.

Atualmente o Lacen realiza cerca de 50 coletas de isolamento viral por mês em todo o Rio Grande do Norte, mas tem capacidade de realizar até 200 testes por mês. O exame de isolamento viral é usado para identificar qual o sorotipo circulante da dengue.

O acordo com os estados da Paraíba e Sergipe permite que sejam enviados até 50 testes, para cada estado, por mês. O envio do material para o Lacen é de responsabilidade destes estados.

BOLETIM

O Programa Estadual de Combate a Dengue (PECD) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou, nesta terça-feira (20), mais um boletim com a situação epidemiológica da dengue no Rio Grande do Norte. Até o dia 10 de março foram notificados 2.539 casos suspeitos de dengue, sendo 279 casos confirmados. Ainda não confirmado nenhum óbito por dengue no estado.

O município de Natal apresenta o maior número de casos suspeitos (508 notificações), seguido de Mossoró (366) e Alexandria (237).

Doze municípios apresentam alta incidência em dengue: Alexandria (237 notificações), Açu (174), Pendências (122), Campo Grande (120), Patu (98), Santana do Seridó (54), Guamaré (47), Messias Targino (15), Olho D’água dos Borges (15), Lucrécia (11), Galinhos (11) e Viçosa (7). A grande maioria dos municípios – 85 – apresenta baixa incidência da doença. E 57 municípios ainda estão em situação silenciosa, não sendo notificado ainda nenhum caso de dengue.

De acordo com Kristiane Fialho, coordenadora do PECD, desde o início do ano já foram feitas ações com os carros-fumacê nos municípios de Santana do Seridó, Patu e Alexandria. Esta semana, iniciam os trabalhos nos municípios de Campo Grande e Natal. Em Natal, os bairros que apresentam maior incidência da dengue receberão os carros-fumacê: Alecrim, Quintas, Dix-Sept Rosado, Bairro Nordeste, Igapó e Bom Pastor.

Equipes do PECD estão se deslocando, ainda esta semana, para os municípios de Umarizal, Messias Targino e Açu para avaliar a necessidade do envio dos carros-fumacê para estas localidades.

Texto: Kelly Barros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *