LARISSA ROSADO APELA PELA CONVOCAÇÃO DOS POLICIAIS CIVIS APROVADOS EM CONCURSO PÚBLICO

Posted by casciano in Política | Tagged , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Mandato da parlamentar também é dedicado a apoiar a Polícia Civil.

A deputada estadual Larissa Rosado (PSB) reiterou apoio à convocação de 490 suplentes da Polícia Civil que, embora formados há um ano, ainda esperam contratação.

A parlamentar reforçou o pleito em audiência pública sobre o assunto na Assembleia.

Ela faz parte da comissão de deputados que checará se o Projeto do Orçamento Geral do Estado (OGE), em tramitação na Assembleia, contempla a contratação dos novos policiais civis.

Do contrário, a previsão orçamentária será feita através de emenda à proposta.

Larissa diz considerar inadmissível espera de mais de um ano para convocação, enquanto a ação da Polícia Civil é restrita por falta de pessoal, e a criminalidade avança em todo o Estado.

“Essa situação favorece a impunidade e o avanço da violência”, alerta.

Segundo a Associação de Delegados, são aproximadamente mil inquéritos parados só de crimes de homicídios; dos 167 municípios do RN, apenas 44 têm Polícia Civil; várias delegacias não dispõem de escrivães, um só delegado chega a acumular vinte distritos.

Esse quadro, conforme a deputada, exige convocação imediata dos novos agentes civis.

“Tanto a Polícia Civil quanto a Militar poderiam melhor servir ao cidadão, se tivessem mais condições de trabalho. Continuaremos a fazer essa cobrança ao Governo”, assevera.

Esta semana, Larissa apresentou Projeto de Lei, reconhecendo a utilidade pública da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Caraúbas.

O reconhecimento propiciará convênios com o Poder Público para ampliação de ações da entidade filantrópica.

Também requereu à Secretaria Estadual de Educação explicações para não-distribuição de laptops para professores da rede estadual, e recuperação das RNs 079, 233 e 110, as piores do Estado, segundo levantamento da Confederação Nacional de Transportes (CNT).

Texto Regy Carte e Joyce Moura.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *