LEONARDO SPENCER DESTACA IMPORTÂNCIA DO CIRURGIÃO PLÁSTICO E DO ORTOPEDISTA NO TRATAMENTO DE FISSURAS LABIOPALATINAS

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

A importância do cirurgião plástico e do ortopedista no tratamento de Fissuras Labiopalatinas.

Curso oferecido pela HOSPED faz parte do terceiro módulo de Educação Continuada em Anomalias Craniofaciais.

O Hospital Pediátrico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – o HUOL -, em parceria com instituições e entidades de saúde do Estado oferecerá, neste dia 19, o terceiro módulo do Curso de Educação Continuada em Anomalias Craniofaciais.

O curso ocorrerá no auditório Mariano Coelho, no 4º subsolo do hospital, às 17h.

A temática desta etapa é a importância do ortopedista e do cirurgião plástico no tratamento dos portadores de Fissuras Labiopalatinas – popularmente conhecidas como lábioleporino.

As fissuras são aberturas no lábio ou no palato (céu-da-boca), causadas pela má formação no tecido médio da face devido a fatores genéticos, carência nutricional, consumo de agentes químicos ou exposição à radiação durante a gestação.

É uma anomalia reversível, mas exige um tratamento que envolve vários profissionais, os quais tratam do paciente e dos familiares.

O curso, voltado para estudantes e profissionais da saúde do Estado, oferece palestras sobre o tratamento e recuperação dos pacientes.

O cirurgião plástico Leonardo Spencer, coordenador do Programa de Fissurados do Rio Grande do Norte, explica a importância dessa formação para os profissionais.

“É essencial o trabalho de uma equipe de profissionais diversificados, uma vez que o tratamento dos fissurados é longo e bastante complexo. Temos que compreendera necessidade dos pacientes e dos seus familiares”, explicou.

Foram oferecidas 100 vagas, já preenchidas por profissionais e alunos da UFRN.

Receberão certificado de 60h aqueles que cumprirem 75% da carga horária.

O último módulo do curso ocorrerá no dia 16 de novembro, voltado para a importância da otorrinolaringologia e da fonoaudiologia no tratamento de fissurados.

Mais informações, através dos telefones 3342-9701 e 8842-5906.

Texto: Nadjara Martins.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *