LIGA COMPLETA 63 ANOS DE LUTA CONTRA O CÂNCER

Posted by casciano in Comportamento | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Formada por cinco unidades (Centro Avançado de Oncologia – CECAN, Hospital Dr. Luiz Antônio, Policlínica, Casa de Apoio Irmã Gabriela e Hospital de Oncologia do Seridó), a Liga Norte-Rio-Grandense Contra o Câncer, instituição referência em tratamento do Câncer no Rio Grande do Norte e no Nordeste, completa 63 anos hoje, 17.

Referência também na democratização do atendimento e ao fácil acesso à medicina especializada, o compromisso social é o emblema que a instituição carrega desde 17 de julho de 1949, quando foi fundada.

Dispondo em sua estrutura de serviços de radioterapia, medicina nuclear, diagnóstico por imagem, quimioterapia, imagem molecular, ambulatórios, laboratório de análises clínicas, laboratório de citologia, laboratório de patologia clínica, consultórios odontológicos, leitos de UTI e internação, salas de cirurgia, entre vários outros, o trabalho da instituição vem crescendo a cada ano e ganhando qualidade no atendimento, no corpo clínico e no volume de tratamento.

Realizando mais de 60 mil procedimentos por mês, com maior parte de sua clientela pertencente ao Sistema Único de Saúde – que em 2011 representou quase 66% dos atendimentos -, e com mais de 95% de sua arrecadação oriunda do trabalho que ela produz, a Liga tem, atualmente, metade dos atendimentos destinados a pacientes da capital e a outra parte a pacientes dos outros municípios do Estado.

Apesar das dificuldades financeiras inerentes ao seu projeto, que conjuga sofisticação técnica com Filantropia, e diante do problema de endividamento, a Liga tem sempre o compromisso com a qualidade dos serviços que oferece e é a prova de que filantropia não é sinônimo de precariedade.

Comemorando o aniversário de 63 anos sempre na busca pela excelência tecnológica, pode-se destacar, dentre o leque de serviços oferecidos pela instituição, o setor de imagem molecular, que posicionou a instituição entre um dos mais avançados centros de diagnóstico por imagem do Nordeste e um dos poucos do país a contar com o serviço PET/CT, dispondo de um tomógrafo por emissão de pósitrons de última geração que permite o alcance de uma imagem em alta resolução da atividade metabólica do corpo humano e suas células malignas, resultando na considerável melhora do diagnóstico e na escolha mais adequada do tratamento.

Destaca-se também a aquisição de um acelerador linear de última geração, aparelho que juntamente com outros três, forma um parque radiotarápico moderno e com excelente capacidade de atendimento, que além de reduzir tempo de espera para os pacientes, traz novos recursos que aumentam a precisão do tratamento de radioterapia, com o setor funcionando das 05:30h às 22h; um tomógrafo, equipamento que possui o mais moderno software para manipulação de dados adquiridos; os aparelhos de ressonância magnética avançada, que trazem tecnologia de ponta nas áreas de neurologia, músculo esquelético e abdômen e ainda viabiliza outras tecnologias da Liga, entre elas a radioneurocirurgia; a ultra-sonografia para tratamento oncológico; o Depecom, departamento gestor da área de ensino e pesquisa que vem oferecendo desde palestras, cursos de técnicas de enfermagem e cuidados que devem ser seguidos no acompanhamento a uma pessoa com câncer, direcionado aos familiares dos pacientes; cursos de pós-graduação, parceria com instituições de ensino superior, residência médica, entre outros.

A mais recente conquista da Liga é o Hospital de Oncologia do Seridó, localizado na cidade de Caicó, que traduz o objetivo de interiorizar o tratamento contra o câncer e atender a demanda reprimida de pacientes do interior do Estado, beneficiando a população de cerca de 300 mil habitantes dos 25 municípios que compõem aquela macrorregião.

A unidade tem em pleno funcionamento os setores de oncologia clínica (quimioterapia), além do atendimento ambulatorial em mastologia, cabeça e pescoço, urologia e cirurgia geral, e terá futuramente estrutura completa para cirurgias, com 49 leitos para internação, dos quais nove serão direcionados para a UTI, estrutura para cirurgia oncológica, cirurgia cardíaca, serviço de hemodinâmica e alta complexidade em oncologia e cardiologia.

Mesmo sendo uma instituição de direito privado, o trabalho da Liga Norte Riograndense Contra o Câncer é um bem público e segue com a missão de oferecer atenção oncológica de alto nível a todas as camadas da população.

Com Diogo Damasio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *