MARCELO ODEBRECHT: GÊNIO DA CORRUPÇÃO É DESTRUIDOR DE POLÍTICOS FRÁGEIS

Posted by casciano in Economia, Política | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

marcelo-odebrecht-veja-editora-abril* Foto – Internet: Marcelo Odebrecht – Veja – Editora Abril.

Nesta quarta-feira, o mundo tomou conhecimento do maior Acordo de Leniência da história, assinado pela Odebrecht e a Braskem, com autoridades do Brasil, Estados Unidos e da Suíça.

As empresas vão pagar, em multas no acordo, aproximadamente R$ 6,959 bi, sendo: R$ 3.131.434.851,37 da Brasken e R$ 3,828 bilhões da Odebrecht.

Voltando ao título…

MARCELO ODEBRECHT: GÊNIO DA CORRUPÇÃO É DESTRUIDOR DE POLÍTICOS FRÁGEIS:

Suas principais vítimas são os políticos despreparados, ou desonestos, que hoje estão nos postos de comando dos partidos políticos e nos principais cargos públicos do Brasil. Há especulações de que Colaboração Premiada, em curso com a justiça brasileira, vai comprometer mais de cem políticos no país.

Nascido em Salvador, na Bahia, Marcelo Bahia Odebrecht, 48 anos completados em 18 de outubro último, empresário, graduado no curso de engenharia civil, pela Universidade Federal da Bahia e pós graduado pelo International Institute for Management Development, assumiu a presidência do Grupo Odebrecht, em 2008, e a partir daí ampliou uma rede de corrupção que se espalhou por 12 países – Angola, Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Guatemala, República Dominicana, Moçambique, México, Panamá, Peru e Venezuela – e o transformou no maior empreiteiro do mundo.

Parece ser o gênio dos grandes negócios, com verba pública nos países em qua atuou. Comprou políticos, bancou campanhas eleitorais, comprou leis específicas (para legalizar suas ações), criou e espalhou uma rede de corrupção, usando políticos frágeis em suas convicções partidárias, doutrinárias e nos procedimentos éticos e morais, no mínimo que se exige para uma atuação política.

Filho de Regina Odebrecht e Emílio Alves Odebrecht, substituiu o pai, no comando dos negócios, quando decidiu sair cooptando todos os políticos que estavam à venda no Brasil e em outros países.

Creio que ele pode ter aproveitado a popularidade internacional do ex-presidente Lula, fazendo-o garoto-propaganda da sua empresa, em países onde desejava realizar negócios, comprar políticos e ganhar muito dinheiro.

Lula era contratado para fazer palestras, apresentava os políticos importantes do país a ele e abria as portas para a criação de uma nova unidade de negócios.

Quando àquele país não tinha dinheiro, não era problema: o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social do Brasil – BNDES, emprestava.

Casado com Isabela Alvarez, pai de Mari Odebrecht, Gabi Odebrecht e Rafa Odebrecht, ele levava uma vida normal, de homem de sucesso empresarial e um ganhador.

sergio-moro-exame-abril

* Foto – Internet: Sérgio Moro – Exame – Abril.

Foi aí que começou a Operação Lava Jato, autorizada pelo Juiz Federal Sérgio Moro, do Paraná, que investigando uma lavagem de dinheiro, chegou ao esquema bilionário de corrupção internacional, que culminou, depois de muita investigação, prisões e depoimentos, na assinatura do maior Acordo de Leniência do Mundo, que a imprensa internacional hoje está divulgado e, na rede mundial de computadores, internautas estão repercutindo a notícia.

deltan-dallagnol-internet

* Foto – Internet: Deltan Dallagnol.

Líder da Força Tarefa da Operação Lava Jato, junto com dezenas de outros procuradores, auditores da receita federal, delegados e peritos da Polícia Federal do Brasil, o procurador Deltan Dallagnol, registrou nas redes sociais, uma mensagem otimista, afirmado que “é possível um Brasil diferente e a hora é agora”.

Ele se referia ao acordo de leniência em valores inimagináveis que a Odebrecht e a Braskem assinaram com autoridades do Brasil, Estados Unidos e da Suíça. Pelo acordo, a Braskem se comprometeu a pagar valor equivalente, na data de assinatura do acordo, a R$ 3.131.434.851,37. Desse montante, aproximadamente R$ 2,3 bilhões serão devidos ao Brasil, para fins de ressarcimento das vítimas. Já a Odebrecht se obrigou a pagar o equivalente a R$ 3,828 bilhões dos quais aproximadamente R$ 3 bilhões também serão destinados ao Brasil, para ressarcir vítimas.

Deltan reforça: “Vou repetir: não só o maior caso de corrupção internacional no mundo foi descoberto pelas autoridades brasileiras, mas também foi alcançado o maior ressarcimento na história mundial em acordos dessa espécie.”

lulaaecio-chumbo-grosso-site-ofiecial-do-msl-movimento-somos-livres

* Foto – Internet: Luís Inácio Lula da Silva e Aécio Neves – Chumbo Grosso – Site Oficial do MSL – Movimento Somos Livres.

Enquanto isso, o ex-presidente Lula, afirmou, sobre a Lava Jato, numa entrevista que foi ao ar na noite desta quarta-feira pela TRT World. “Fico indignado como ser humano, tranquilo como político, sabedor das coisas que fiz. E eles têm que saber que, se eu voltar, vou fazer o mesmo. Vou fazer mais e melhor”.

Sem comentários!

É por aí!…

Casciano Vidal

PS. Para falar com o autor: cascianovidal@gmail.com

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *