NOVA FERRAMENTA DO SEBRAE APÓIA NEGÓCIOS DE AUTÔNOMOS

Posted by casciano in Economia | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

O Rio Grande do Norte começa a oferecer a metodologia piloto do programa Sebrae para Empreendedores Individuais (SEI), que leva capacitação a quem trabalha por conta própria.

Para disponibilizar soluções que tratam de temas essenciais para gestão e fortalecimento dos negócios de autônomos já formalizados, o Sebrae desenvolveu o programa Sebrae para Empreendedores Individuais (SEI).

Depois de ser lançado no Rio de Janeiro no último dia 30, agora, a metodologia chega ao Rio Grande do Norte propondo soluções educacionais nas áreas de finanças, vendas, gestão, empreendedorismo, compras, planejamento e cooperação.

Apesar de ainda está em fase de adaptação, essa ferramenta é desenvolvida através de oficinas presenciais gratuitas, capacitações à distância e conteúdo via celular, visando suprir as dúvidas mais comuns dos novos formalizados.

A última oficina foi realizada nesta semana na sede Sebrae.

A metodologia é voltada para setores específicos e estimula o cooperativismo.

No caso do RN, o SEI Unir forças para empreender reúne quatro das sete soluções: SEI Vender, SEI comprar, SEI empreender e SEI unir forças para melhorar.

Nessa turma, o setor escolhido foi o de mercadinhos.

De acordo com a gestora do SEI no Sebrae-RN, Cynthia Leite, a oficina rendeu bons resultados, já que os empreendedores puderam conhecer as vantagens e ganhos de empreender ações coletivas.

“É muito interessante isso que oficina provocou neles, que tomaram a iniciativa de continuar se reunindo”, destaca a gestora, ressaltando que o Sebrae continuará acompanhando essas reuniões e dando suporte aos empreendedores individuais participantes, como a comerciante Juciene Xavier.

Ela acredita que o conteúdo ministrado foi satisfatório e foi escolhida para articular as reuniões do grupo:

“É muito importante termos esses encontros para que possamos melhorar. Trocar experiências ajuda nesse processo, pois contribui para entender melhor os nossos objetivos e procurar meios para realizá-los”, analisa.

O SEI surgiu de acordo com as necessidades que o Sebrae identificou para atender aos novos empreendedores individuais.

De acordo Cynthia Leite, o SEI surge para continuar o atendimento prestado pelo Sebrae com o programa Empreendedor Individual.

A partir do momento da formalização, o SEI pode participar das capacitações com conteúdo específico num dos sete temas abordados nessa metodologia.

“Notamos que esses profissionais só percebiam que são empresários no momento da formalização. Então, eles precisam de capacitação para aprender a empreender, fortalecer e melhorar seus negócios”, explica.

Para facilitar o acesso do empreendedor à informação, cada um dos temas será trabalhado em diferentes formatos.

Os empreendedores poderão optar por participar de oficina presencial, cartilhas impressas ou em áudio, capacitação à distância via celular (SMS), e Kits educativos.

O programa aborda sete oficinas nas áreas de finanças, vendas, gestão, empreendedorismo, compras, planejamento e cooperação.

As oficinas têm carga horária de três horas e estimulam a prática das informações transmitidas.

A exceção fica para a oficina na área de gestão, SEI Administrar, que será desenvolvida somente por meio da aplicação dos kits Aprender a Empreender e Aprender a Empreender – Serviços.

O kit inclui também uma telenovela, produzida em parceria com o canal Futura.

A partir de agosto as sete metodologias estarão disponíveis para os interessados.

Com Sandra Monteiro.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *