PRA ENTENDER OS TERREMOTOS NO RIO GRANDE DO NORTE E NO BRASIL

Posted by casciano in Cultura | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Alberto Veloso veio ao Rio Grande do Norte, em 1986, estudar a ocorrência de sismos depois que começaram os famosos terremotos da falha de Samambaia.

Hoje, passados 25 anos, Alberto volta ao Rio Grande do Norte e ao município de João Câmara, onde, às 19 horas, desta quarta-feira, na Câmara de Vereadores daquela cidade, autografa o seu livro sobre os terremotos.

E quem pode explicar melhor o que o leitor vai encontrar no livro, é o próprio Alberto Veloso:

“O TERREMOTO QUE MEXEU COM O BRASIL

Como João Câmara mostrou que nosso País não está livre de abalos destrutivos.

Na década de 1980 o município de João Câmara sofreu a mais longa e agressiva série de abalos sísmicos conhecida no País.

A terra tremeu intermitentemente por cerca de sete anos e nesse período foram registrados mais de 50 mil eventos, centenas deles perceptíveis aos moradores.

Os tremores danificaram milhares de construções, desabrigaram mais de 20 mil pessoas e provocaram o êxodo para os municípios vizinhos.

Os maiores sismos eram sentidos em Natal, Recife, Olinda e João Pessoa, principalmente por moradores de prédios altos.

Equipes médicas, hospital de campanha, reforço policial e até o presidente da República se fez presente na cidade e comprometeu-se com sua imediata reconstrução.

Isso exigiu não somente recursos financeiros, mas a criação de projetos especiais, por parte do Exército, para a edificação de imóveis resistentes a futuros abalos.

Aos sismólogos que estudavam os tremores se juntaram cientistas de outras especialidades para aprofundar as investigações e assistir uma população carente de apoio material e psicológico.

Por essas razões é que os tremores de terra tiraram João Câmara do anonimato e mexeram com o Brasil.

Descrição dos pormenores desses acontecimentos, acompanhada de farta documentação fotográfica, informações científicas e jornalísticas acabam por formar a principal parte do livro que, neste dia 30 de novembro próximo, será lançado em João Câmara, data correspondente ao 25° aniversário do maior dos tremores que atingiu magnitude 5.1.

Em 2/12/2011 o lançamento se dará em Natal, na Livraria da UFRN às 11hs.

O livro contém um vídeo inédito sobre os tremores de João Câmara, aborda outros sismos importantes acontecidos no Ceará e em Pernambuco, discorre sobre o maior tremor registrado no País (Mato Grosso, magnitude 6.2), fala sobre abalos resultantes do enchimento de reservatórios para a produção de energia elétrica e conta fatos pitorescos como o envolvimento de Dom Pedro II no estudo de terremotos brasileiros, inclusive quando sentiu um deles em Petrópolis, informação essa publicada na afamada revista Nature.

Além do caráter pioneiro e de resgatar uma parte da história das Geociências do Brasil este livro poderá ser referência para planejamentos da Defesa Civil, mas sobretudo deve ser encarado como sinalizador de que nossos terremotos terão cada vez mais importância em  um País que possuirá cidades mais populosas e infraestruturas mais complexas.”

Alberto Veloso – Autor

O livro tem 342 páginas e é publicado pela Editora Thesaurus, de Brasília-DF.

Vale a pena comprar para ler e entender.

É por aí!…

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *