PROGRAMA MESA BRASIL DO SESC COMEMORA 940 TONELADAS DOADAS EM 2011

Posted by casciano in Comportamento, Economia | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

A equipe do Programa Mesa Brasil do SESC encerra as atividades de 2011, comemorando 940 toneladas de alimentos doados.

O evento será realizado neste dia 13, às 18h30, no auditório do SESC Centro, reunindo representantes das 195 empresas parceiras do programa.

As doações do ano beneficiaram 49.289 pessoas, cadastradas nas 360 instituições assistidas pelo Mesa Brasil.

Os bons resultados conquistados no ano refletem parcerias, como a da Companhia Nacional de Abastecimento do Rio Grande do Norte, (CONAB / RN). Mas, para manter as doações, a equipe do programa realiza cadastramentos sistemáticos de entidades situadas em Natal e nos municípios da área de abrangência, como Assú, Currais Novos, São Paulo do Potengi, Nova Cruz, Santo Antônio do Salto da Onça, Bom Jesus, São Tomé e Várzea, Angicos, Fernando Pedroza e Santana dos Matos.

Outra ação importante do Programa Mesa Brasil são as ações educativas e cursos de geração de renda, escolhidos segundo estudo realizado pela equipe do programa junto à comunidade atendida.

Até novembro foram realizadas 75 ações educativas e 1.681 pessoas capacitadas.

Além destas atividades sistemáticas, a equipe do programa participou do evento Caravana Walmart, promovida pelo Instituto Walmart em parceria com as ONGs “Casa 7” e “FICAs”, registrando a presença de 38 gestores das instituições participantes.

O encontro foi oportuno para discutir a importância da mobilização comunitária, em um momento de troca e divulgação das experiências vividas por cada um, em suas práticas de mobilização comunitária.

O Mesa Brasil SESC surgiu em 2003, da experiência do SESC nas ações contra a fome e a subnutrição.

Desde a década de 1990, a instituição já realizava projetos na área, nos estados de São Paulo (Mesa São Paulo), Rio de Janeiro (Banco Rio de Alimentos), Ceará (Amigos do Prato), Pernambuco (Banco de Alimentos) e Paraná (Sopa e pão).

Hoje, com mais de 3.000 empresas parceiras doadoras e mais de 5.000 entidades receptoras cadastradas, complementando refeições de milhares de pessoas em todo o país e parceiro do Programa Fome Zero, do Governo Federal.

No Rio Grande do Norte, o programa foi lançado em Natal, em setembro de 2003; e nos municípios de Caicó e Mossoró, em julho e dezembro de 2004 respectivamente.

Desde sua implantação até novembro deste ano, o programa arrecadou e distribuiu 7.968.076 kg de alimentos.

Diante destes dados significativos, foi possível complementar tanto sistemática, como eventualmente as refeições servidas em todas as instituições sociais beneficiárias.

Estes resultados comprovam uma maior abrangência do programa e maximização de suas ações direcionadas a populações situadas nos bairros periféricos de Natal, como também em 45 municípios do Estado, circunvizinhos nas três cidades onde se encontram as unidades do programa (Natal, Mossoró e Caicó).

Em Natal, destaca-se a fidelização dos permissionários do CEASA (Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte), a rede Walmart, Rede Atacadão de supermercados, Rede Mais, panificadoras e fábricas de laticínios, dentre outros.

A região de Mossoró, por estar localizada em uma área de grande desenvolvimento da fruticultura irrigada, dispõe de fazendas do ramo da agroindústria realizando doações sistemáticas ao programa, não só nos municípios circunvizinhos, como também no Estado do Ceará.

Além de todas as redes de supermercados da cidade também serem parceiras do programa.

Em Caicó, obteve-se a adesão maciça dos doadores do ramo informal, como os feirantes, que são responsáveis por boa parte das arrecadações sistemáticas, bem como as associações dos produtores rurais situados na região do Seridó que contribuem com doações expressivas de frutas.

Concomitante às doações, o papel das ações educativas na formação de multiplicadores nas instituições e comunidades assistidas é de fundamental importância para aplicação prática de técnicas e conhecimentos na melhoria da qualidade de vida dos grupos sociais mais vulneráveis.

Através do desenvolvimento das atividades nas áreas de nutrição e serviço social foi possível capacitar 12.308 multiplicadores.

Diante as ações educativas que o Mesa Brasil SESC promove, observa-se uma significativa mudança no comportamento dos manipuladores de alimentos, quanto à higiene, motivação, criatividade e preparo das refeições.

Desta forma, observou-se que o caráter educativo do programa é considerado como parte integrante e indispensável a todo o trabalho desenvolvido.

Na área de assistência, também são trabalhadas temáticas voltadas à cidadania, geração de renda e desenvolvimento sustentável junto às comunidades.

Texto: Kelly Maia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *