PROJETO PALCO GIRATÓRIO DO SESC MOSTRA ‘A ESCAPADA’

Posted by casciano in Cultura | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Considerado um dos maiores difusores das artes cênicas no Brasil, projeto é fruto da iniciativa do SESC Nacional.

No Estado, a primeira etapa será com espetáculo “A Escapada”, que se apresenta em abril em Caicó, Mossoró e Natal

Um homem que tenta fugir da opressão tecnológica, do caos instaurado na sociedade moderna. Esse é o mote do espetáculo “A Escapada”, encenado pela Cia. Teatral Mário Nascimento (MG) e apresentado pelo projeto Palco Giratório SESC.

O lançamento nacional do Palco Giratório 2012 aconteceu no último sábado (31/03), em Fortaleza (CE).

No Rio Grande do Norte, a primeira etapa estreia dia 9/04, no Teatro Dix-Huit Rosado, às 20h, em Mossoró.

De lá, o espetáculo segue para Caicó (11/04, às 19h30), no SESC Seridó e, por fim, se apresenta duas vezes em Natal: dia 12/04, no Centro de Convenções, e dia 13/04, no Complexo Cultural de Natal (Zona Norte), ambas às 20h.

A entrada é gratuita, sendo opcional a doação de um quilo de alimento não perecível para o Programa assistencial Mesa Brasil Sesc.

Ao completar 15 anos de existência em 2012, o Projeto – uma iniciativa do SESC Nacional que circula todo o Brasil – se reafirma como um dos maiores difusores das artes cênicas no País e até mesmo da América Latina.

Dentro da programação potiguar, a segunda e a terceira etapas do projeto mambembe acontecem em agosto, e a terceira e última em novembro.

“Apoiar manifestações que contribuam para a criação artística e intelectual, democratizar a cultura nacional, promovendo o acesso aos bens culturais, são objetivos cotidianos do SESC. O Projeto Palco Giratório reflete bem este compromisso e se consolida, a cada ano, como uma marca no registro histórico das artes cênicas em nosso País.”, explica o Diretor-Geral do Departamento Nacional do SESC, Maron Emile Abi-Abib.

Mas o Palco Giratório vai além das apresentações, oferecendo também oficinas de expressão corporal, tanto para disseminar as artes cênicas quanto para promover o intercâmbio entre os profissionais da área.

Por aqui, teremos oficinas gratuitas de “Dança Contemporânea”, de “Danças Populares Brasileiras”, de “Dança Contemporânea e Improvisação Avançada”, de “Arte Integrada” e de “Dança da Alma”, todas ministradas pelos integrantes do espetáculo.

O Palco Giratório não leva esse nome à toa.

Só este ano, ele percorrerá 122 cidades com 23 espetáculos, totalizando 701 apresentações até o final do ano.

Participam do projeto 16 grupos de 11 estados, que estarão nos palcos e espaços culturais com os mais diversos estilos: comédia, drama, musical, teatro gestual, épico de animação e de máscaras, danças de rua e contemporânea.

Quem quiser visualizar toda a programação, é só acessar o site www.sesc.com.br/palcogiratorio.

Inspirado no “Mambembão” (projeto realizado pela Funarte de 1978 a 1980), o Palco Giratório é uma das ações de difusão das artes cênicas mais importantes no cenário cultural do país, tendo como objetivo difundir e descentralizar as artes cênicas, proporcionando o acesso às produções teatrais de qualidade.

A primeira edição, em 1998, percorreu sete estados.

De lá para cá, giraram pelos palcos do projeto companhias de teatro como: Companhia do Latão (SP), Armazém Companhia de Teatro (RJ), Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare (RN), Lia Rodrigues Companhia de Dança (RJ), Mamulengo Só-Riso (PE) e Imbuaça (SE). Hoje, o Palco Giratório está presente em todos os estados do país.

Ganhadora do prêmio de melhor coreografia pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e depois de turnês pela Europa, a obra “A Escapada” – encenada pela Cia. Mário Nascimento (MG) – tem seu universo revisitado especialmente para o Palco Giratório.

Os artistas Mário Nascimento e Fábio Cárdia partem de algumas idéias cênicas e musicais do espetáculo original, ampliando as fronteiras e aprofundando a pesquisa.

Desta vez, a montagem conta com todo o elenco da Cia. MN, ou seja, serão oito bailarinos em cena.

O espetáculo consiste na fuga do homem das grandes metrópoles, das massas humanas.

É o homem psicologicamente e fisicamente sufocado.

É o fugir de si mesmo e dos seus fantasmas, da opressão tecnológica e do mundo moderno, da falta de tempo.

É a visão e a perspectiva de personagens que se apresentam constantemente em fuga.

Utilizando as possibilidades técnicas de um elenco que trabalha junto há três anos, a Cia. encena dança, música e teatro, além de momentos de pura improvisação.

O elenco utiliza as possibilidades instrumentistas para a criação das músicas ao vivo: percussão, violão, dan ty ba e vozes.

Em seus treze anos de existência, a Cia. Mário Nascimento tem sua pesquisa de linguagem sustentada pelas conexões entre música e dança.

Um trabalho permeado pelo universo da dança contemporânea, dança de rua, teatro físico, artes marciais, poesia e voz como recurso cênico sonoro.

Serviço:

O quê? 1ª etapa do Palco Giratório, com o espetáculo “A Escapada”

Quando e onde?

Mossoró: 09/04, às 20h, no Teatro Dix-Huit Rosado

Caicó: 11/04, às 19h30, na Concha Acústica do SESC Seridó

Natal: 12/04, às 20h, no Centro de Convenções, e 13/04, às 20h, no Complexo Cultural de Natal (Zona Norte)

Entrada? 1 kg de alimento não perecível (opcional)

Texto: Sandra Monteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *