SETOR AGROPECUÁRIO NA PREPARAÇÃO PARA A RIO+20

Posted by casciano in Comportamento, Economia | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

A agricultura brasileira utiliza apenas 27% do território, preservando outros 61%.

A pujança e os bons números do setor rural brasileiro, aliado a conservação e os projetos desenvolvidos pelos produtores rurais no País, serão pontos abordados pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que será promovida na cidade do Rio de Janeiro, em junho.

E é para tratar sobre esses e outros pontos da conferência internacional, que a CNA e as federações da agricultura do Brasil se reuniram esta semana em Brasília.

A presidente da instituição, senadora Kátia Abreu, acompanhada dos presidentes de federações, entre elas a Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), na pessoa do presidente José Álvares Vieira, debateram sobre ecologia, agronegócio, produtividade, e transformaram todos os pontos de vista em um documento que será entregue à organização da Rio+20.

De acordo com o presidente da Faern, José Vieira, essa reunião servirá para todo o Brasil rural apontar as suas demandas.

“O trabalho feito pela CNA e as federações da agricultura irá esclarecer muitas dúvidas dos participantes do evento. Afinal, compreendemos a importância dos temas que serão abordados na Rio+20. E a necessidade de participação do setor produtivo é fundamental”, ressaltou Vieira.

O presidente da Federação da Agricultura do RN também informou que a CNA e os produtores rurais brasileiros darão um bom exemplo na conferência global.

“Será uma extraordinária oportunidade de mostrarmos ao mundo que o Brasil consegue fazer uma das melhores agriculturas do planeta. E utilizando apenas 27% do território e preservando outros 61%”, afirmou José Vieira.

Em recente entrevista para a TV Canal Rural, a presidente da CNA, senadora Kátia Abreu, explicou alguns pontos da Instituição na Rio+20.

Ela afirmou que o Projeto Biomas será apresentado aos participantes da Rio+20 no stand da CNA, de 1.800 metros quadrados, onde haverá um “túnel sensorial” em que os visitantes poderão conhecer o processo de recuperação das áreas degradadas numa propriedade.

A senadora informou que serão apresentadas as vitrines tecnológicas do Projeto Biomas, que exibirão a produção sustentável nos diversos biomas existentes no País.

Texto: Paulo Correia. Foto: Divulgação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *