SINPOL-RN DENUNCIA: GOVERNO, VIA SEJUC, DESCUMPRE ACORDO PÓS-GREVE

Posted by casciano in Notas | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Passados 30 dias do acordo com o Governo do Estado, que pôs fim à greve da Polícia Civil de quase dois meses (encerrada no dia 13 de julho passado), a diretoria do SINPOL/RN voltou a se reunir com os gestores estaduais para cobrar pontos específicos que estão sendo descumpridos. Na última segunda-feira (15), a audiência foi com o secretário de Justiça e Cidadania (SEJUC), Thiago Cortez.

O ponto principal da pauta foi a continuidade de presos nas carceragens 14ª DP (Delegacia de Polícia), Plantões das zonas Sul e Norte, assim como na Delegacia de Goianinha, garantias que tinham sido dadas pela SEJUC e que não foram cumpridas.

O órgão conseguiu retirar apenas os presos da 7ª DP no prazo de 30 dias, como prometeu.

Sem a conclusão da arrastada reforma da antiga DEPROV (processo iniciado no Governo Iberê) para a transformação em CDP (Centro de Detenção Provisória), Thiago Cortez garantiu aos diretores do SINPOL que efetuará as transferências dos presos, principalmente da 14ª DP (que nesta quinta-feira, 18, eram quase 50), para outras dependências do sistema prisional ainda esta semana, assim como os que estão nas delegacias de plantão.

O secretário se comprometeu ainda a resolver definitivamente a questão na Grande Natal com a conclusão deste novo CDP até o final da semana.

Cortez justifica que teve problemas com a empresa contratada, mas já estaria fazendo a substituição por outra que finalizará a obra.

Com as dificuldades encontradas também para cumprir a transferência dos presos da Delegacia de Goianinha para a de Canguaretama, uma vez que acarreta em grande manobra da SEJUC, já que deverá transformar este prédio também em CDP, passando a Delegacia de Canguaretama a funcionar nas dependências da Central do Cidadão, Thiago Cortez se comprometeu também com o SINPOL a fazer a imediata transferência dos presos para o sistema prisional.

O Governo também não conseguiu cumprir mais dois pontos da cláusula no prazo de 30 dias: apresentar o cronograma de execução das obras das Cadeias Públicas de Lajes, Macau, Ceará-Mirim, Mossoró e ampliação da Penitenciária de Alcaçuz, assim como o cronograma com todas as ações planejadas para a retirada dos presos restantes das carceragens de todas as delegacias do Rio Grande do Norte.

Thiago não deu prazo para o cumprimento destas pautas, mas garantiu cumprir.

Da diretoria do SINPOL, participaram da reunião: Vilma Marinho (presidente), Djair Oliveira (vice-presidente) e Francisco Alves (tesoureiro-geral).

Texto: Elaine Vládia.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *