SUCESSO DE VENDAS EM CONDOMÍNIO SUSTENTÁVEL NO VALE DO PIUM

Posted by casciano in Economia | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

O Veredas do Lago Azul, condomínio na região metropolitana de Natal que traz o conceito de“moradia verde”, comemora sucesso de vendas: foram comercializados 64% dos exclusivos 101 lotes do empreendimento.

O projeto é inovador e a entrega será em 2012.

O Veredas está localizado em Pium, a menos de 20 km da capital potiguar.

No condomínio, é possível observar uma área verde como mais de 660 árvores adultas, a maioria frutífera.

A construção e incorporação são de responsabilidade da Ello Empreendimentos e os projetos da HCP Arquitetura e Engenharia, empresa mundial especializada em projetos sustentáveis que priorizam a integração com a natureza.

“O empreendimento vai muito além do discurso e oferece soluções práticas para quem procura, de verdade, viver em harmonia com o meio ambiente”, destacou Clesio Breseghello, diretor da construtora.

A água utilizada é própria, de qualidade garantida e, após tratamento até a fase terciária, será reaproveitada em jardins, calçadas e descarga de sanitários.

A eficiência energética também é uma prioridade, exemplo disto é a utilização de lâmpadas LED e energia solar nas áreas comuns do condomínio.

Para construção das casas, os condôminos podem optar pelo método de alvenaria convencional, por método que utiliza garrafas plásticas para a edificação das paredes ou tijolos orgânicos.

A utilização das garrafas “pet” nas paredes, garantem os especialistas, conferem mais resistência à obra, promove ganho em conforto térmico e acústico, reduz o custo da construção e ainda livra o meio ambiente de milhares de garrafas plásticas.

Conceitos do empreendimento

Preservar a visão da paisagem, em todos os lotes;

Preservar, utilizar e ampliar a vegetação existente;

Preservar a permeabilidade do solo;

Preservar a qualidade do aquífero da região;

Preservar, aproveitar e melhorar o microclima local e ventos reinantes;

Racionalizar, economizar e reutilizar várias fontes de energia;

Estimular uso de energias renováveis.

Texto: Danielle Muniz.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *